Mercado Abastecedor de Braga: 2017 marcado pela Recapitalização
Terça-feira , Julho 7 2020 Periodicidade Diária nº 2505
Principal / Notícias / Mercado Abastecedor de Braga: 2017 marcado pela Recapitalização

Mercado Abastecedor de Braga: 2017 marcado pela Recapitalização

O Mercado Abastecedor de Braga (MARB) obteve, em 2017, rendimentos operacionais de 607,1 milhares de euros, número significativo que se associa à operação de recapitalização da sociedade, factos que permitem à entidade gestora afirmar que”este foi um bom ano”.

Por força da recapitalização – operação que o presidente do Conselho de Administração, Rui Paulo Figueiredo, releva particularmente – a dívida financeira da empresa foi reduzida em 4.282,4 milhares de euros (-76,5%) e os capitais próprios aumentaram 4.304,4 milhares de euros (+280%), o que resulta num capital próprio positivo de 2.698,5 milhares de euros.

Os rendimentos operacionais, excluindo itens “non cash”, ascenderam a 539,3 milhares de euros, enquanto que os rendimentos representativos do “core business”, as taxas de utilização, com um peso relativo na estrutura dos rendimentos operacionais de 87%, apresentaram um acréscimo de 2,5 milhares de euros (+0,5%), face a 2016.

A realidade agora apurada leva o CEO do Grupo SIMAB, a afirmar que, em 2018, “a MARB, SA manterá a estratégia de consolidação e incremento da sua atividade, com enfoque numa maior dinâmica comercial que permita o aumento de rendimentos”.

“Do mesmo modo, o mercado bracarense investirá no aumento da vida útil dos seus bens e procurará rentabilizar comercialmente todos os seus ativos”, diz Rui Paulo Figueiredo, acrescentando que “espera-se a manutenção da especial vocação e preponderância do setor alimentar, assegurando a componente de mercado hortofrutícola e de apoio à produção regional, bem como reforçando a atividade logística, que farão do MARB o Centro de Distribuição e Logística agroalimentar de excelência do Minho”.