Luís Pedroso realiza ciclo de visitas a todas as associações da União de Freguesias
Terça-feira , Abril 7 2020 Periodicidade Diária nº 2414
Principal / Freguesias / Luís Pedroso realiza ciclo de visitas a todas as associações da União de Freguesias

Luís Pedroso realiza ciclo de visitas a todas as associações da União de Freguesias

O clube de futebol “Inter da Boavista” recebeu, esta segunda-feira, a visita do presidente da União das Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, Luís Pedroso. Esta foi a primeira das 41 associações às quais o autarca se irá deslocar durante o próximo mês, percorrendo um caminho de auscultação junto de cada um destes representantes.

Fundado em 1962, o emblemático clube da Rua da Boavista desempenha um papel ao nível da formação dos seus praticantes, competindo, atualmente, com cerca de 20 inscritos no escalão infantil. Em diálogo com Luís Pedroso, o presidente do clube, Fernando Portela, sublinhou o esforço financeiro que tem sido realizado para manter esta associação e manifestou o desejo de reformular a sede, alegando que só assim é possível oferecer mais e melhores condições aos jogadores e, também, aos habitantes locais.

“Queremos criar um centro de estudos para que os miúdos possam vir para cá estudar antes dos treinos. Temos também muitos idosos nas redondezas e, se tivéssemos condições diferentes, este poderia ser um local para ocuparem o seu tempo livre, em vez de ficarem fechados em casa sozinhos”, explicou, perante o registo de Luís Pedroso.

Com passagem pelo Inter da Boavista entre 1994 a 1997, período durante o qual exerceu o cargo de dirigente, Luís Pedroso diz-se “umbilicalmente ligado ao clube” e salientou a vontade que o clube tem de se “reerguer” depois da tragédia ocorrida em 2006, que vitimou quatro atletas num acidente de viação. O autarca destacou, ainda, a forma como o atual presidente do clube geriu toda essa situação. “ Sei que o Fernando Portela passou um mau bocado e tenho mesmo a certeza que se não fosse ele o Inter da Boavista já tinha acabado. E só por esse facto merece a minha estima e admiração”, frisou.

Quanto aos pedidos que lhe foram deixados, Luís Pedroso afirmou que não é “pessoa de fazer promessas” mas garantiu que vão ser procuradas “soluções junto de quem de direito encontrar instalações mais dignas”. O líder da União de Freguesias salientou que, com novas infraestruturas, o alcance do clube poderá ser maior. “Penso que o clube devia abrir-se. Esta sede situa-se entre dois grandes aglomerados populacionais, as Parretas e a urbanização da Quinta das Hortas, e estou convencido que se tivesse outro tipo de condições poderia dar o tal salto qualitativo, dado que em ambos os locais residem muitos jovens”, disse.

No final da visita, Fernando Portela realçou a experiência positiva que tem marcado a relação entre o clube e o executivo liderado por Luís Pedroso. “Quando tenho precisado de ajuda, ela não me tem sido negada. Com o Luís não preciso de marcar audiências, basta telefonar. E ele nunca me falhou”, concluiu.

Acerca Braga TV