Experiências Participativas de Braga partilhadas com autarcas suecos
Segunda-feira , Julho 13 2020 Periodicidade Diária nº 2511
Principal / Notícias / Experiências Participativas de Braga partilhadas com autarcas suecos

Experiências Participativas de Braga partilhadas com autarcas suecos

Uma comitiva de 40 eleitos locais da Suécia, liderada por Paul Lindvall, membro da direção da SALAR – Swedish Association of Local Authorities and Regions (Associação Sueca de Autoridades Locais e Regiões) esteve em Portugal para conhecer experiências portuguesas de Orçamento Participativo. Foi neste âmbito que a Rede de Autarquias Participativas (RAP), e a Associação de Municípios e Regiões da Suécia (SALAR) assinaram em Cascais um protocolo de colaboração para a fomentar a troca de experiências entre os dois países sobre o tema dos Orçamentos Participativos.

O programa deste intercâmbio e partilha de experiências entre autarquias portuguesas e suecas incluiu a realização de um fórum de apresentação de experiências participativas, onde Braga marcou presença e assim expôs aos colegas suecos as experiências bracarenses de dinamização e crescimento da participação cívica dos nossos munícipes.

António Barroso representou o Município de Braga e com a sua apresentação estimulou ainda mais os autarcas suecos a apostarem na democracia participativa. O Orçamento Participativo, o Orçamento Participativo Escolar, o Orçamento Jovem “Tu decides”, A iniciativa “Nós Propomos”, o lançamento de “concursos de ideias”, a realização de diversas “sessões públicas de esclarecimento”, a disponibilização da “Provedoria do Munícipe”, o “Parlamento Concelhio Jovem”, a auscultação de diversos “conselhos consultivos” e a a realização de sessões da Assembleia Municipal e de reuniões de Câmara Municipal descentralizadas pelo concelho, foram realizações apresentadas e explicadas às autarquias portuguesas e suecas presentes em Cascais.

“É regozijante ver reconhecido uma vez mais o trabalho que vimos desenvolvendo e que merece realce e destaque não só a nível nacional, mas para partilhar com parceiros europeus, neste caso concreto autarcas suecos. A Suécia tem uma das democracias mais desenvolvidas e maduras do mundo, mas as experiências participativas ainda estão a dar os primeiros passos. Tivemos aqui uma excelente oportunidade para partilhar as nossas ações de mobilização cívica, que este executivo municipal vem implementando desde 2014 e que já apresentam uma qualidade apreciável, motivo para os convites a partilharmos com o país e o mundo” afirmou António Barroso, continuando “A Democracia Participativa é uma das marcas distintivas desta nova gestão municipal, onde os bracarenses são o foco e o centro da auscultação e da resolução dos seus problemas na forma mais direta possível.”

Paul Lindvall, Membro da Direção da SALAR – Swedish Association of Local Authorities and Regions (Associação Sueca de Autoridades Locais e Regiões), referiu “para nós foi uma experiência muito enriquecedora. Utilizamos algumas ferramentas de cidadania participativa nas nossas zonas, mas não iguais a estas. É interessante ver como tudo se processa para podermos inovar.”