Braga comemora a cultura e a cooperação transfronteiriça
Quarta-feira , Julho 8 2020 Periodicidade Diária nº 2506
Principal / Cultura / Braga comemora a cultura e a cooperação transfronteiriça

Braga comemora a cultura e a cooperação transfronteiriça

A cidade de Braga é este ano Capital da Cultura do Eixo Atlântico (CCEA), uma iniciativa que pretende incentivar o envolvimento da comunidade na crescente dinâmica cultural não apenas da cidade de Braga, mas de todo o território transfronteiriço.

A programação delineada inclui eventos de referência do Município de Braga e um conjunto alargado de novas iniciativas que contam com a colaboração de agentes culturais dos municípios do Norte de Portugal e da Galiza.

Para Ricardo Rio, a CCEA afirma-se como a celebração da cultura e cooperação transfronteiriça. “Queremos que a Braga 2020 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico seja um momento de afirmação da nossa identidade e que contribua para aumentar a dinâmica cultural de cada uma das cidades que integram esta associação transfronteiriça”, salientou o autarca durante a apresentação da programação, que decorreu esta quinta-feira.

Com a CCEA, Braga espera “contribuir para a consolidação e difusão da Cultura do Noroeste Peninsular, conscientes de que esta oportunidade será uma ponte importante para a construção da candidatura de Braga a Capital Europeia da Cultura em 2027”.

Já para a vereadora da Cultura do Município de Braga, Lídia Dias, a CCEA Braga 2020 constitui “um momento de particular maturidade para Braga e para a dinâmica cultural que tem sido desenvolvida nos últimos seis anos”. “Se queremos afirmar-nos como uma Capital de Cultura temos que partilhar experiências com aqueles que nos rodeiam e procurar estabelecer pontes, não apenas com os “fazedores” de Cultura do nosso território, mas com todos os bons exemplos que nos rodeiam. É esse o principal propósito desta Capital da Cultura, que vai apostar na criação e na diversidade das áreas de intervenção artística”, refere Lídia Dias.

A par da extensa programação, Município de Braga irá criar um espaço cultural permanente onde serão expostas as obras galardoadas pela Bienal do Eixo Atlântico ao longo das sucessivas edições.

Este será um legado de enorme valia cultural e artística que permanecerá após a realização da CCEA Braga 2020.

A programação pode ser consultada através do link http://bit.ly/2OxM1Sm.