Sexta-feira , Dezembro 8 2017 Periodicidade Diária nº 1563
Principal / Freguesias / União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade marca nova assembleia para evitar eleições

União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade marca nova assembleia para evitar eleições

Decorreu ontem à noite mais uma assembleia geral da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, no auditório Galécia, para a votação da lista candidata ao executivo autárquico apresentada pelo presidente eleito, Luís Pedroso.

A lista da coligação ‘Juntos Por Braga’ foi novamente chumbada na votação, impedindo esta de formar o novo órgão executivo para o novo mandato com sete votos contra, cinco a favor e uma abstenção.

De acordo com os independentes ‘Servir Maximinos, Sé e Cividade’ e o Partido Socialista, o boletim de voto apresentado é ilegal e, nesse sentido, a falta de entendimento não tem levado à decisão da aprovação da lista, podendo mesmo levar a novas eleições, caso a lista seja novamente chumbada.

Luís Pedroso, presidente eleito nas eleições autárquicas pela lista ‘Juntos por Braga’ no dia 1 de outubro, frisou que a sua lista está dentro da legalidade. “A Entidade Reguladora e Fiscalizadora das Autarquias Locais comprova que a coligação ‘Juntos por Braga’ tinha razão quanto ao modelo apresentado na última assembleia onde o boletim de voto não apresentava qualquer ilegalidade”, esclareceu Luís Pedroso.

Após a lista ser chumbada e com um ambiente exaltado na sala, foi agendada uma nova assembleia de freguesia que irá decorrer na próxima quinta-feira, dia 23 de novembro, às 21h00, para destravar a situação que se tem vivido após os resultados do dia 1 de outubro.

De relembrar que a coligação ‘Juntos por Braga’ venceu as eleições com 2.309 votos, elegendo cinco mandatos e a presidência da Junta, a lista independente ‘Servir Maximinos, Sé e Cividade’ obteve 1.934 votos e quatro mandatos, o Partido Socialista somou 1.472 votos e três mandatos, e, por fim, a CDU contou com 610 votos e elegeu um mandato.

Acerca Braga TV