Três cientistas da UMinho são os mais citados no mundo
Sexta-feira , Dezembro 13 2019 Periodicidade Diária nº 2298
Principal / Educação / Três cientistas da UMinho são os mais citados no mundo

Três cientistas da UMinho são os mais citados no mundo

Três cientistas ligados ao Centro de Engenharia Biológica (CEB) da Universidade do Minho estão entre os mais citados no mundo por outros investigadores. A confirmação é dada pela lista Highly Cited Researchers 2019, da norte-americana Clarivate Analytics, que inclui 6216 cientistas de quase 60 países, sendo 11 deles em Portugal, menos três face à edição de 2018. O ranking incide no período 2008-2018 e apenas sobre os artigos altamente citados, que representam 1% do que se publica no mundo por ano e para 21 áreas científicas.

Este é o segundo ano consecutivo que José António Teixeira, António Vicente e Miguel Ângelo Cerqueira (agora a trabalhar no INL) surgem na área das ciências agrárias da lista. O cenário evidencia a estratégia da instituição na área da investigação, nomeadamente do CEB, que aumentou a sua visibilidade e é o centro de I&D nacional com mais cientistas elencados no ranking. Por exemplo, José António Teixeira teve os seus artigos citados 15.580 vezes e é uma referência na fermentação e tecnologia alimentar, tendo recebido vários prémios.

As análises bibliométricas da lista foram realizadas pelo Instituto de Informações Científicas do grupo Web of Science, que “pesou” os artigos científicos da mesma coorte anual, retirando a vantagem da citação de artigos mais antigos perante os mais recentes. Os países mais representados no ranking são os EUA (44% do total), a China (10%) e o Reino Unido (8%). Há 23 Prémios Nobel incluídos e a Universidade de Harvard, nos EUA, lidera no volume de cientistas (203). As citações são um dos critérios mais utilizados para produzir rankings de instituições de ensino superior e demonstram a influência significativa de um grupo de investigadores entre os seus pares.

Acerca Braga TV