Toxicodependência no Picoto preocupa bracarenses
Terça-feira , Agosto 20 2019 Periodicidade Diária nº 2183
Principal / Notícias / Toxicodependência no Picoto preocupa bracarenses

Toxicodependência no Picoto preocupa bracarenses

O Picoto, espaço privilegiado da cidade de Braga com percursos pedonais, ciclovias e brevemente com um parque aventura, tem registado um aumento de número de toxicodependentes que recorrem a este espaço ao longo do dia quando há movimento de pessoas.

A situação foi denunciada pelo “Braga para Todos” que alertou para as inúmeras seringas usadas com sangue na área destinada a caminhadas e bicicletas. O movimento critica a Autarquia pela falta de policiamento e limpeza no Monte Picoto, que “coloca em perigo a saúde pública e a segurança das pessoas que utilizam este espaço”.

Andréa Medeiros, do “Braga para Todos”, advertiu que há toxicodependentes a injetarem-se durante o dia frente às famílias que frequentam o Picoto. “Num domingo de sol, quando eram 11 horas da manhã, havia um toxicodependente a injetar-se frente às famílias que passavam. Além desta falta de segurança, o lixo comum também não é recolhido, há um monte de seringas e preservativos usados. Também ouvimos relatos de assédios sexual em que uma pessoa foi até ao miradouro numa manhã e foi abordada e assediada”, disse Andréa Medeiros.

“Queremos policiamento durante o dia com patrulha de carro e bicicleta na área pedonal, a par da limpeza e instalação de ecopontos. Se ali é uma área propícia para a prática de desporto, faz sentido colocar ecopontos menores e também caixotes para lixo orgânico em todo o percurso, ou seja, pedimos coisas que não afetam as contas camarárias porque não envolve aumento dos gastos, mas surte efeitos positivos na vida dos bracarenses. Queremos que as pessoas tenham um espaço verde para passear e que seja, acima de tudo, seguro”, concluiu.

Acerca Braga TV