Sexta-feira , Dezembro 8 2017 Periodicidade Diária nº 1563
Principal / Cultura / Torre de Menagem vai ser Núcleo Interpretativo da História de Braga

Torre de Menagem vai ser Núcleo Interpretativo da História de Braga

A Torre de Menagem vai abrir as portas ao público no próximo dia 12 de dezembro, com uma exposição de ilustrações sobre a história da cidade.

A Torre de Menagem é quase só o que resta do antigo castelo da cidade. Localizada no ponto mais elevado do planalto em que assentava o burgo medieval, este monumento estava integrado numa fortificação reforçada com cinco torreões.

Será ali, no núcleo do antigo castelo de Braga e baluarte mais evidente da história comum, que irá ser inaugurado um núcleo interpretativo da história de Braga, devotado ao público escolar mas alargado à compreensão de todos os bracarenses.

A exposição, intitulada ‘Era uma vez uma Cidade’, propõe uma versão ilustrada da história, protagonistas e evolução urbana de Braga, através do bracarense César Figueiredo.

Este é o primeiro projeto em Portugal que integra ilustração histórico-arqueológica, desenho, infografia 3D, maquetas e espólio arqueológico numa viagem de mais de dois milénios sobre a história da cidade de Braga.

Mais de oitenta ilustrações, distribuídas ao longo de quatro pisos, vão permitir um inédito percurso pelos dois mil anos de história da cidade de Braga. A elaboração dos conteúdos contou com a colaboração de uma dezena de investigadores, além do apoio logístico do Museu D. Diogo de Sousa e do Museu Pio XII.

“Foram dois anos de um trabalho intenso e dedicado que têm agora o seu epílogo com um resultado que podemos considerar inédito”, refere Lídia Dias, vereadora da Cultura, considerando que esta exposição promete “dar nova vida” à Torre de Menagem.

Para a vereadora, o objetivo desta exposição é “ser o ponto de partida” para uma visita aos museus da cidade. “Braga já tem um museu da cidade, uma vez que a conjunção de todos os núcleos museológicos já existentes possibilita-nos ter uma visão abrangente do percurso da cidade ao longo da sua história”, conclui Lídia Dias.

De acesso gratuito, esta mostra de caráter permanente será a base informativa para um itinerário por todos os monumentos e núcleos museológicos bracarenses que brevemente irão firmar a parceria ‘Braga vai ao Museu’.

A inauguração decorrerá no dia 11 de dezembro, no entanto, a abertura ao público será efetivada a partir do dia seguinte. Os horários de abertura ao público funcionarão de terça a domingo, entre as 10h00 e as 12h30 e das 14h00 às 17h00. A marcação de visitas guiadas deverá ser efetuada através do email cultura@cm-braga.pt.

Publicações, visitas guiadas e a frequente edição de materiais pedagógicos dirigidos ao público escolar são outras iniciativas paralelas previstas a partir deste núcleo expositivo.

Acerca Braga TV