Spin-off do INL premiada como Tecnologia Emergente em Saúde pela Royal Society of Chemistry
Quinta-feira , Novembro 14 2019 Periodicidade Diária nº 2269
Principal / Notícias / Spin-off do INL premiada como Tecnologia Emergente em Saúde pela Royal Society of Chemistry

Spin-off do INL premiada como Tecnologia Emergente em Saúde pela Royal Society of Chemistry

A RUBYnanomed foi escolhida pela Royal Society of Chemistry (Reino Unido) para ser um dos dois contemplados com um prémio de £10.000 no concurso de Tecnologias Emergentes na categoria Saúde.

A startup, uma spin-off do INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, criada por investigadoras do Departamento de Ciências da Vida do INL, foi selecionada entre 10 finalistas de todo o mundo para o concurso “Chemistry Means Business”, em Londres.

A decisão foi tomada por um painel de jurados de empresas multinacionais farmacêuticas, de diagnóstico, consultoria e transferência de tecnologia, sediadas no Reino Unido. Este prémio representa um contributo importante para a credibilidade do produto desenvolvido pela RUBYnanomed, que consiste numa ferramenta de diagnóstico não invasiva para fornecer informações em tempo real sobre a progressão do cancro. A tecnologia é baseada num dispositivo microfluídico que isola todos os tipos de células tumorais circulantes (CTCs) do sangue total não processado.

Diagnóstico mais rápido, preciso e barato

O diagnóstico preciso do cancro é crucial para conseguir estratificar os pacientes e fornecer uma terapia personalizada, essencial para proporcionar melhores resultados aos pacientes e contribuir para um sistema de saúde financeiramente sustentável. Esta tecnologia demostrou potencial para conseguir um diagnóstico precoce, que é um dos fatores de sucesso mais relevantes em terapias oncológicas.

Tendo esse princípio em mente, os resultados alcançados pelas investigadoras do INL permitem concluir que este novo método de biópsia líquida consegue levar ao isolamento, detecção e análise, em tempo útil, de material resultante de um tumor de uma forma minimamente invasiva, permitindo ainda investigar a evolução de um tumor ao longo do tempo, a detecção prematura e uma ação terapêutica personalizada.
A tecnologia desenvolvida no INL foi licenciada em exclusivo para a RUBYnanomed, que tem vindo a trabalhar para a tornar comercialmente viável e fazê-la chegar às clínicas e hospitais, com o objectivo de ajudar a salvar vidas.

Na cerimónia de entrega, Lorena Diéguez, líder de um dos grupos de investigação do INL e Diretora Científica da RUBYnanomed, disse que a equipa estava “muito feliz e orgulhosa por receber este prémio e verdadeiramente grata pelo reconhecimento. É um momento excelente para nós, pois estamos ativamente à procura de investidores e esta distinção encoraja-nos e faz-nos acreditar no potencial que a nossa inovação tem”.

Aurora Antemir, Diretora de indústria da Royal Society of Chemistry, acrescentou que “a iniciativa Chemistry Means Business junta a próxima geração de investigadores às empresas de primeira linha para poderem levar as suas ideias inovadoras por diante. Tanto os vencedores como os finalistas deste ano estão, sem dúvida, entre os mais inovadores que já vimos. Estamos ansiosos para ver como essas novas ideias vão trazer benefícios reais à sociedade”.

Acerca Braga TV