Ricardo Rio defende maior articulação entre Portugal e Espanha
Segunda-feira , Setembro 16 2019 Periodicidade Diária nº 2210
Principal / Notícias / Ricardo Rio defende maior articulação entre Portugal e Espanha

Ricardo Rio defende maior articulação entre Portugal e Espanha

Ricardo Rio defende uma maior articulação entre os sistemas de proteção civil de Portugal e Espanha, sobretudo nas zonas de fronteira. “Não podemos ficar indiferentes a notícias como as que vimos no ano passado e que davam conta da existência de meios disponíveis do outro lado da fronteira, mas que devido a barreiras burocráticas, não foram utilizados no combate a fogos quer na Galiza, quer no Norte de Portugal”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a sessão de encerramento da conferência que abordou o tema da segurança transfronteiriça, e que decorreu esta sexta-feira, 25 de maio, em Braga.

Os incêndios florestais, assim como as ligações entre o Norte de Portugal e a Galiza, foram temas em debate na Conferência organizada pelo jornal Correio do Minho, rádio Antena Minho e Eixo Atlântico. Ricardo Rio, que também preside a Assembleia do Eixo Atlântico, salientou a importância de se encontrar soluções para estimular uma colaboração mais profícua entre os dois países. “Mesmos que escassos, os recursos têm de ser aproveitados em pleno. Ao longo dos últimos anos temos vindo a suprimir barreiras económicas, de mobilidade dos cidadãos e até culturais e sociais. Por isso, não entendemos que actualmente ainda existam barreiras administrativas que impossibilitem um estreitar de laços mais intenso e a uma disponibilização mais partilhada de recursos de um lado e de outro da fronteira”, sustentou o autarca.

Nesse sentido, Ricardo Rio deixa o apelo para que a nível nacional se tome as medidas necessárias para potenciar uma maior colaboração entre Portugal e Espanha. “Exigimos que os governos e as instâncias europeias adotem as medidas legislativas que viabilizem essa aproximação e partilha de recursos das forças de proteção civil para que seja possível dar uma resposta mais cabal em toda a Península Ibérica”, concluiu Ricardo Rio, enaltecendo a “visão integrada do território” que o Eixo Atlântico tem demonstrado ao “assumir-se como um agente de promoção da colaboração entre as cidades que compõem esta associação transfronteiriça”.

Além de Ricardo Rio, a conferência contou com a presença do secretário-geral do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, Xoan Vázquez Mao, e do eurodeputado José Manuel Fernandes.

Acerca Braga TV