Rancho e EB1 de Nogueira criam AEC educativa
Terça-feira , Maio 21 2019 Periodicidade Diária nº 2092
Principal / Freguesias / Rancho e EB1 de Nogueira criam AEC educativa

Rancho e EB1 de Nogueira criam AEC educativa

Com o objetivo de transmitir às gerações vindouras parte importante da sua cultura, a Escola EB1 de Nogueira e o Rancho Folclórico S. João Baptista de Nogueira firmaram um acordo para a realização de uma Atividade de Enriquecimento Curricular (AEC), contando com a coordenação da Academia de Teatro Tin.Bra. Trata-se de uma AEC inovadora que transmitirá aos alunos da EB1 de Nogueira um relevante património imaterial composto por um conjunto de tradições e manifestações populares. Os alunos da EB 1 de Nogueira vão, assim, frequentar esta AEC dirigida pelo Rancho Folclórico de Nogueira.

Para Alexandrina Rodrigues, coordenadora da EB1, esta AEC representa a oportunidade de se reforçar a ideia de que a escola é para todos. “A minha ideia de escola é precisamente o envolvimento de associações e de pessoas que possam, de alguma forma, dar o seu contributo. Temos contado com o envolvimento da Junta de Freguesia em diversas atividades, temos tido a Associação de Pais muito envolvida, e temos agora o Rancho, que já nos veio cantar os Reis. Isto é o que eu acho que é ser escola. e Escola é toda a gente. Só assim é que as crianças crescem de forma saudável”, disse a coordenadora.

No mesmo sentido surgiram as palavras de António Oliveira, presidente do Rancho Folclórico S. João Baptista de Nogueira. “É uma mais-valia. Nunca se tinha dado este passo e para o Rancho Folclórico de Nogueira é um prestígio enorme abraçar este projeto, levando-o para a frente e cativando mais jovens”, referiu.

Maria Torcato Batista, coordenadora das Artes Performativas e representante da Academia Tin.bra, explicou com mais profundidade o objetivo desta AEC. “No âmbito das artes performativas, decidimos introduzir o folclore, a magia, a dança, a expressão dramática, o coro infantil, uma série de linguagens artísticas. A educação etnográfica é uma ambição deste consórcio porque na verdade somos muito sensíveis na preservação dos nossos costumes, tradições e deste património imaterial que, se não for bem conservado, se perde. Entrámos em contacto com o Rancho, que aceitou muito bem este desafio, e vamos fazer a primeira experiência, penso eu do país, de introduzir a educação etnográfica, que vai começar com a iniciação ao folclore”, salientou.

Os membros do executivo da Junta de Freguesia de Nogueira, Fraião e Lamaçães também marcaram presença no dia que marca a ponto de partida desta AEC. Goreti Machado, presidente da União de Freguesias, falou na valorização do património e na partilha de conhecimento. “Esta AEC reveste-se de uma enorme importância na medida em que valoriza o património da freguesia e do concelho, sendo que numa outra perspetiva, na perspetiva dos alunos, esta AEC serve como salvaguarda das nossas tradições e costumes. Enquanto autarquia local, devemos não só elogiar todas as partes envolvidas neste projeto, mas trabalhar também em articulação com outras instituições da freguesia tendo como o objetivo a criação sinergias”, concluiu a autarca.

Acerca Braga TV