Delfino Ferreira é candidato à União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves
Sábado , Abril 4 2020 Periodicidade Diária nº 2411
Principal / Freguesias / Delfino Ferreira é candidato à União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves

Delfino Ferreira é candidato à União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves

Delfino Ferreira apresentou publicamente, no passado sábado, a sua candidatura à União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves pela coligação “Juntos por Braga”. Ricardo Rio esteve presente no evento, destacando a oportunidade que Ferreiros e Gondizalves dispõem para se juntarem à mudança que tem atravessado o concelho de Braga.

Ricardo Rio destacou que Ferreiros e Gondizalves necessitam de uma “nova liderança” e Delfino Ferreira representa essa renovação, pois é um candidato que “desenvolveu um trabalho para a freguesia em vários contextos” e que já demonstrou ser “alguém capaz de mobilizar, alguém capaz de reunir esforços para chegar a um fim comum, e normalmente com bons resultados” e não colocando os interesses pessoais à frente da população.

Ricardo Rio demonstrou-se confiante que Ferreiros e Gondizalves se possam juntar “verdadeiramente à mudança que tem atravessado o concelho de Braga”. Contudo, o candidato a presidente da Câmara Municipal de Braga garantiu que “não foi por letargia da Câmara Municipal que durante os últimos quatro anos não se fez mais por Ferreiros e Gondizalves”.

“Investimos 25 milhões de euros nas freguesias de todo o concelho. Investimos em todas as freguesias do concelho. Aquelas que são lideradas pela coligação, aquelas que são lideradas pela CDU e também por autarcas socialistas. Em nenhuma delas pode haver um presidente da Junta que diga ‘a Câmara Municipal não fez isto ou aquilo na minha freguesia porque sou um presidente de junta socialista’. Ninguém foi descriminado. E se houve freguesias, como é manifestamente o caso de Ferreiros e Gondizalves, que não tiveram a mesma dinâmica, a mesma capacidade de concretização, valerá a pena pensar o que esteve na base desse resultado que hoje é apresentado aos eleitores”, analisou Ricardo Rio, afirmando que uma União de Freguesias “precisa de uma autarquia dinâmica, reivindicativa, capaz de intervir em ligação a todas as instituições, em ligação àquilo que são as aspirações de toda a população”.

Ainda sobre a equidade de tratamento às freguesias, Ricardo Rio defendeu que “não podem existir freguesias em que tudo há e outras em que muito falta”. “Devemos continuar a promover essa coesão nesta União de Freguesias porque bem sabemos que Gondizalves precisa de mais atenção durante os próximos anos do que aquela que tem tido nos últimos quatro anos”, disse, acrescentando que “um presidente de junta não pode apenas prometer que resolve, nem dizer que sim a tudo, sem dar sequência às reivindicações da população”.

O candidato explicou que Ferreiros é hoje um dos principais polos de desenvolvimento económico de Braga, da região e do país, considerando que o Município deverá dar continuidade ao trabalho municipal que tem sido desenvolvido e que ganhará ainda mais com uma nova liderança nesta União de Freguesias.

“Temos aqui indústrias das mais avançadas a nível tecnológico, científico, a nível de transformação de investigação em valor acrescentado e capacidade produtiva que existem a nível nacional e até internacional. Ao longo deste mandato autárquico, conseguimos ver o desemprego em Braga descer quase 40%. Foram menos 6 mil desempregados e muitos deles foram colocados nestas empresas. Muitos mais serão colocados ao longo dos anos vindouros porque as empresas aqui sediadas vão continuar a crescer, contando obviamente com a nossa colaboração”, disse ainda.

Ricardo Rio garantiu que durante os próximos anos estará em curso uma transformação urbana. Essa transformação irá registar-se do ponto de vista as acessibilidades, do ponto de vista do ordenamento do espaço e do ponto de vista da qualificação ambiental. A intervenção no Rio Este será para prosseguir, nomeadamente nas zonas residenciais, estando prevista a criação de zonas de lazer e de circulação.

Por sua vez, Delfino Ferreira demonstrou a vontade de fazer mais, mas sobretudo de fazer política de forma mais próxima com a população. “Tenho a profunda convicção de que é possível fazer mais e melhor, por isso a nossa aposta assenta num projeto novo, dinâmico e que estará ao serviço da população, das associações, das instituições, das escolas, do nosso território e da comunidade, acreditando que um projeto faz-se com todos os que nele participam”, disse.

Entre as várias apostas para o futuro da União de Freguesias, Delfino Ferreira destacou a aposta “numa filosofia de Junta de Freguesia de porta aberta, próxima da comunidade e transparente”, dotando Ferreiros e Gondizalves de espaços de lazer e convívio, de capacidade de resolução para pequenos e grandes problemas, de maior informação prestada à população, de melhores condições de transporte e auxílio de pessoas com incapacidades motoras e de melhores condições para a prática desportiva.

Acerca Braga TV