Braga recebe 1º Ciclo de Cinema Luso-Galego
Segunda-feira , Outubro 15 2018 Periodicidade Diária nº 1874
Principal / Cultura / Braga recebe 1º Ciclo de Cinema Luso-Galego

Braga recebe 1º Ciclo de Cinema Luso-Galego

A Universidade do Minho – através da vice-reitoria para a Cultura e Sociedade e do Centro de Estudos Galegos –, o Conselho de Cultura Galega (CCG) e a Secretaria Geral de Política Linguística da Junta da Galiza promovem a primeira edição do Ciclo de Cinema Luso-Galego nos próximos dias 3, 10 e 17 de maio, no BragaShopping, em Braga. As sessões, respetivamente sob o tema ‘Mulheres’, ‘Patrimónios’ e ‘Sociedade’, iniciam às 21h30 com a exibição de um ou dois filmes, seguindo-se um colóquio com os realizadores e investigadores convidados. A entrada é livre. O acesso ao estacionamento do centro comercial também é gratuito no âmbito desta iniciativa.

A sessão inaugural conta, a 3 de maio, com intervenções do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, e do presidente do CCG, Ramón Villares. Segue-se a projeção de duas curtas-metragens premiadas sobre mulheres no trabalho e na ruralidade – ‘Matria’, de Álvaro Gago, e ‘As vacas de Wisconsin’, de Sara Traba. Estes autores ficam depois à conversa com a coordenadora da comissão de igualdade do CCG, María Xosé Porteiro, e a investigadora de questões de género Carla Cerqueira, do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da UMinho. O público pode participar com perguntas e comentários.

A 10 de maio viaja-se ao património galego e às estórias fronteiriças com as películas ‘As pedras de San Lourenzo’, de Manuel Gago, e ‘Mulleres da Raia’, de Diana Gonçalves. Os dois realizadores dialogam no final com o diretor interino da Unidade de Arqueologia da UMinho, Luís Fontes, e a perita em meios audiovisuais Beli Martínez, da Universidade de Vigo. Já a 17 de maio vê-se o que resta do microestado fronteiriço do Couto Misto, através da premiada longa-metragem “Arraianos”, de Eloy Enciso, que mais tarde vai conversar com a antropóloga Cristina Sánchez Carretero, do Instituto de Ciências do Património, e a investigadora Isabel Moreira Macedo, do CECS.

Este ciclo visa promover o intercâmbio cultural luso-galaico, a difusão do seu património linguístico, a visão positiva de projetos e patrimónios do outro lado da raia, a reflexão sobre questões atuais e com impacto social e, ainda, a colaboração entre instituições portuguesas e galegas. Prevê-se intercalar, a cada ano, uma edição em Portugal focada no cinema galego e uma edição na Galiza centrada no cinema luso. O site oficial é facebook.com/ciclodecinemalusogalego.

Acerca Braga TV