Braga candidatou-se a Cidade Criativa da UNESCO
Terça-feira , Setembro 17 2019 Periodicidade Diária nº 2211
Principal / Cultura / Braga candidatou-se a Cidade Criativa da UNESCO

Braga candidatou-se a Cidade Criativa da UNESCO

Braga submeteu a candidatura a Cidade Criativa da UNESCO, na categoria Media Arts, um projeto que pretende aprofundar o cruzamento entre arte e tecnologia e reforçando Braga como a referência nas Media Arts em Portugal.

Ricardo Rio encara esta candidatura como um trabalho em curso, ao mesmo tempo que reconhece o já grande esforço da sociedade civil e de diversas instituições da cidade na transformação digital da cidade. “Esta candidatura surge porque, como colectivo, somos uma cidade onde a investigação, a criatividade, a cultura, a juventude e a artes navegam em sentidos convergentes, criando uma rede de conhecimento profunda, onde entidades como as universidades, as unidades de investigação ou o INL têm um enorme papel”.

Esta candidatura, que o presidente da Autarquia considera que será “coroada de êxito” demonstra todo o trabalho que está a ser efetuado em Braga no âmbito da cultura e que visa também candidatar o município a Capital Europeia da Cultura em 2027.

Para a responsável da candidatura, Cláudia Leite, “a candidatura de Braga a Cidade Criativa da UNESCO em Media Arts é um processo coletivo extenso e pluridisciplinar que tem como objetivo transformar Braga numa cidade onde artes, ciência, tecnologia e comunidade crescem juntas e onde o talento e as boas ideias encontram um território fértil para o seu crescimento. É uma chamada a que já responderam criadores, pensadores, fazedores e parceiros, para pensarem o futuro da cidade e o seu desenvolvimento social e urbano”.

A futura nomeação de Braga como Cidade Criativa da UNESCO em Media Arts, vai permitir que a cidade partilhe experiências e boas práticas, incentivando parcerias, co-criações e networking com os restantes membros internacionais, assim como colaborando no desenvolvimento de projectos conjuntos.

O plano de acção que define e orienta a candidatura prevê um conjunto de medidas e projetos que serão postos em prática aquando da designação pela UNESCO, nomeadamente a criação de um Media Arts Centre, um novo centro criativo de Braga, que será uma plataforma de trabalho para artistas nos diversos campos das artes digitais, investigadores, estudantes, empresas e startups de tecnologia; o Primeiros Bits na escola, um programa de literacia em criação musical colaborativa, design de software, educação musical e inclusão social para todo o tecido educativo local; o programa Digital Heritage, um programa inovador e ambicioso que liga um conjunto de parceiros (museus, gestores de monumentos, investigadores, criadores, professores, agentes de turismo, etc.) em três níveis diferentes: digitalização de arquivos e património, ferramentas de educação patrimonial e storytelling turístico e um ainda um Festival Internacional Braga Media Arts, que será um grande momento anual de celebração, mostra, encontro e debate sobre Media Arts, onde artistas, público e especialistas se encontram, colaboram e partilham experiências.

Serão igualmente criadas plataformas de circulação e partilha de conhecimento entre investigadores e projetos através da atribuição de bolsas e promoção de estadias de curta e longa duração e ainda um programa internacional de intercâmbio para novos ou actuais empreendedores no domínio das artes e tecnologias digitais

O processo de candidatura a Cidades Criativas da UNESCO prolonga-se até dia 16 de junho, sendo esperada uma decisão da entidade até ao final do próximo mês de outubro.

Esta iniciativa contou com o apoio e trabalho ativo do cluster tecnológico de Braga, reunido num conselho consultivo, constituído por empresas de tecnologia, estúdios de comunicação digital, laboratórios e centros de investigação na área da robótica, jogos, multimédia e media arts e instituições do município e, igualmente, artistas, entidades e associações culturais e instituições do sistema de ensino e representantes de entidades regionais e nacionais numa união de esforços que se prolongará no tempo e em rede.

Acerca Braga TV