Biblioteca Pública de Braga com exposição sobre Manuel Monteiro
Quinta-feira , Novembro 15 2018 Periodicidade Diária nº 1905
Principal / Cultura / Biblioteca Pública de Braga com exposição sobre Manuel Monteiro

Biblioteca Pública de Braga com exposição sobre Manuel Monteiro

A Biblioteca Pública de Braga (BPB) apresenta até 30 de novembro uma exposição sobre Manuel Monteiro, que foi presidente do Parlamento português e do Tribunal Internacional de Alexandria (Egipto), predecessor do Tribunal Internacional de Haia.

Esta figura bracarense da primeira metade do século XX é evocada em painéis e algumas dezenas de obras e documentos, aludindo à sua atividade política republicana e profissional, à sua investigação em arqueologia e crítica de arte e à sua intervenção na defesa do património local, focando a polémica em torno da demolição do Castelo de Braga, a oposição à saída do arquivo do Cabido da Sé para a Torre do Tombo e o seu apoio à BPB, a qual detém o seu espólio de 5000 livros. A mostra insere-se no ciclo “Efemérides” desta unidade cultural da Universidade do Minho e tem entrada livre todos os dias úteis, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Manuel Monteiro (1879-1952) formou-se em Direito em Coimbra e teve ainda outros cargos, como ministro da Justiça e do Fomento, juiz do Supremo Tribunal Administrativo português e dos Tribunais Mistos do Egipto, primeiro governador civil de Braga após a implantação da República, presidente do Partido Republicano em Braga e deputado por Braga e por Barcelos. Foi igualmente sugerido como candidato a Presidente da República e o primeiro presidente do Instituto Minhoto de Estudos Regionais, do Rotary Club de Braga e da Liga de Defesa da Região de Braga. Por outro lado, publicou várias obras culturais e cívicas, organizou exposições de arte e colaborou com duas dezenas de revistas e jornais, como “Portugália” e “Ilustração Portuguesa”.

A BPB acolhe a livraria particular de Manuel Monteiro numa sala própria da ala medieval do edifício do Largo do Paço, que contém volumes de história de arte, arqueologia, história e literatura, além de manuscritos. Do seu espólio consta ainda o arquivo fotográfico de Rocha Peixoto, depositado no Museu Nogueira da Silva, outra unidade cultural da UMinho.

A BPB divulga assim esta personalidade portuguesa da primeira metade do século XX, “cuja obra representa um património importante para a cultura nacional e um motivo de orgulho para os bracarenses”. A exposição surge associada à edição bienal do “Prémio de História Local Manuel Monteiro”, uma iniciativa do Município de Braga que visa estimular a publicação de estudos histórico-sociais sobre Braga e tem as candidaturas abertas até 30 de novembro.

Acerca Braga TV