Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva acolhe Pequeno Laboratório Poético
Sexta-feira , Dezembro 13 2019 Periodicidade Diária nº 2298
Principal / Cultura / Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva acolhe Pequeno Laboratório Poético

Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva acolhe Pequeno Laboratório Poético

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, em Braga, vai receber o Pequeno Laboratório Poético. O projeto, que nesta ocasião ocorrerá no dia 30 de novembro, das 14h00 às 18h00, está aberto para um público a partir dos 18 anos e pretende circular Portugal com o objetivo de mediar uma reconexão do indivíduo com a linguagem e com o carácter lúdico da palavra, com foco na produção poética sob mediação da jornalista, escritora e mestre em Teoria da Literatura, Manuella Bezerra de Melo.

A ideia dos laboratórios surgiu mediante a investigação do trabalho de conclusão de curso da idealizadora ainda na universidade. Nos estudos para sua tese pôde concluir que, em geral, a literatura vendida nas prateleiras é produzida por um grupo muito restrito de pessoas oriundo sempre de um perfil similar, pouco diverso e representativo, e que conduz à construções de narrativas sempre de uma perspetiva única e mais hegemónica. Por isto, os Laboratórios servirão para alcançar a potência poética de cada participante, não somente com a intenção de estimular este ofício individualizado, como também para contribuir para a construção de novas narrativas que dialoguem com a sociedade e contem as histórias sob os mais diversos pontos de vista. Para isto, a facilitadora eleva o estatuto do trabalho de uma oficina meramente comercial para uma finalidade social e comunitária quando busca também parcerias para oferecer laboratórios segmentados por perfis, acolher as especificidades também de grupos minoritários, pessoas em situação de vunerabilidade social, cárcere, mulheres, vitimas de violência, imigrantes ou refugiados, a fim de contribuir na construção de uma movimentação alternativa na Literatura Portuguesa tradicional e de mercado.

“Todos nascemos com a potência da palavra. Quando somos miúdos temos uma relação especial com elas, a descoberta, os significados, os sons. Na medida que passamos pelo nosso processo de socialização, somos desencorajados a brincar com elas, desautorizados, como se utilizar a palavra fosse um privilégio de poucos notáveis, especiais. Acredito que devemos quebrar esta barreira”,  explica Manuella Bezerra de Melo. “Tem muita gente que gostava de escrever, que sonha em escrever, mas só se encontra pessoas para desencorajá-las, isto faz parecer a escrita um exercício distante do qual não se é capaz. Pois foi mesmo na academia, onde me formei pra ser crítica literária, que descobri que o mundo já tem imensos críticos, e que meu desejo é de ser uma incentivadora literária”, declara.

Na medida da circulação do Pequeno Laboratório Poético, a idealizadora irá recolher os frutos das atividades com a finalidade de organizar e editar uma publicação posterior. Desta forma, oferecerá um estímulo para quem deseja iniciar no ofício da escrita.

Para esta primeira atividade estão previstos três módulos num total de 4 horas: Leitura e Interpretação, Interartes e Produção, Expressão e Poesia Corpo.

Podem inscrever-se pessoas a partir dos 16 anos de idade pelo email marcações@blcs.pt ou pelo telefone 253 205 970, mediante o valor de 8 euros.

Acerca Braga TV