Avarias na iluminação pública aumenta insegurança em Cabreiros e Passos S. Julião
Quarta-feira , Abril 1 2020 Periodicidade Diária nº 2408
Principal / Freguesias / Avarias na iluminação pública aumenta insegurança em Cabreiros e Passos S. Julião

Avarias na iluminação pública aumenta insegurança em Cabreiros e Passos S. Julião

A Autarquia da União de Freguesias de Cabreiros e Passos S. Julião demonstrou o seu desagrado para com a EDP, devido às avarias da iluminação pública nesta União, já reportadas há mais de três meses.

De acordo com José Silva, presidente da União de Freguesias, esta situação coloca em causa a segurança da população e dos seus bens, “numa época em que surgem notícias do aumento de número de assaltos”, o que deixa a comunidade “inquieta e sobressaltada”.

Com a falta de resposta por parte da EDP, o autarca diz que “é incompreensível que não haja um canal de comunicação de avarias privilegiado para as Juntas de Freguesia”, de forma a reportarem diretamente as avarias e a controlar o andamento dos processos. “Todos pagamos, através das Câmaras Municipais, verbas perfeitamente escandalosas todos os meses para termos um serviço de iluminação pública de qualidade. O certo é que, ao pagamento feito, não corresponde um serviço satisfatório, e acabam por ser as Juntas de Freguesia a serem criticadas por situações que escapam completamente ao seu controlo”, explicou o presidente desta União.

Recorde-se que a Junta de Freguesia de Mire de Tibães denunciou também a falta de resposta por parte da empresa do setor energético, onde existem oito ruas sem iluminação nesta freguesia.

O mesmo sucede em várias freguesias do concelho, nomeadamente Figueiredo, Priscos, Tadim, Adaúfe, Real, Dume e Semelhe, em que os autarcas locais utilizaram as redes sociais para demonstrarem a sua insatisfação.

“Infelizmente a mesma situação se passa na freguesia de Priscos. Mesmo depois de diversos contactos com a EDP há mais de dois meses e sem resultado”, diz Israel Pinto, presidente da Junta de Freguesia de Priscos.

“Este é um problema que afeta o concelho. Neste momento, a EDP demora meses a reparar as avarias. Há ruas que ficam com vários postes apagados, podendo pôr em risco a segurança de pessoas e bens. Há situações em que a Junta de Freguesia já reportou a avaria mais de três vezes e a mesma mantém-se”, esclarece Francisco Silva, presidente da União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe.

É uma realidade em Figueiredo também, apesar dos nossos esforços em tentar resolver todas as questões reportadas, não temos tido respostas”, confessa Marco Oliveira, presidente da Junta de Figueiredo.

No entanto, a EDP informou que a situação já foi resolvida na União de Freguesias de Cabreiros e Passos S. Julião no dia 13 de fevereiro. Também o fornecimento de energia elétrica em Priscos e de Figueiredo ficou totalmente restabelecido esta sexta-feira, 14 de fevereiro.

Acerca Braga TV