Assembleias Participativas recolhem contributos dos cidadãos
Terça-feira , Novembro 13 2018 Periodicidade Diária nº 1903
Principal / Notícias / Assembleias Participativas recolhem contributos dos cidadãos

Assembleias Participativas recolhem contributos dos cidadãos

No âmbito do Orçamento Participativo (OP) 2019, o Município de Braga inicia esta quarta-feira, 25 de julho, um ciclo de três Assembleias Participativas. As sessões terão lugar às 21h00, no edifício gnration.

Dedicadas a diferentes temáticas (Desporto e Cultura; Equipamentos, Espaço Público, Trânsito e Mobilidade e Solidariedade, Coesão Social, Turismo e Ambiente), estas Assembleias Participativas servem para esclarecer dúvidas e discutir propostas, promovendo a participação dos cidadãos. Além disso, visam dinamizar o debate público e escutar sugestões.

A primeira sessão, marcada para hoje, dia 25 de julho, irá abordar a temática do Desporto e Cultura e vai contar com a presença das vereadoras Sameiro Araújo e Lídia Dias. Na quinta-feira, dia 26, estarão em análise as temáticas dos ‘Equipamentos, Espaço Público, Trânsito e Mobilidade’, com a presença dos vereadores João Rodrigues e Miguel Bandeira.

A última Assembleia Participativa está marcada para o dia 30 de julho. ‘Solidariedade, Coesão Social, Turismo e Ambiente’ é o tema do encontro que vai contar com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, e do vereador Altino Bessa.

Até 31 de agosto os cidadãos são convidados a apresentar propostas sobre o que pretendem ver promovido ou executado pela Câmara Municipal no âmbito do Orçamento Participativo Braga. Esta edição tem como novidade o facto de ser acrescentada mais uma área – desporto, saúde e bem-estar – a juntar às seis já existentes: ecologia, ambiente e energia; solidariedade e coesão social; equipamentos e espaços públicos; cultura e património; trânsito, mobilidade, acessibilidades e segurança rodoviária e turismo, comércio e promoção económica.

Posteriormente, na primeira fase da votação, de 1 a 21 de outubro, cada cidadão vota em sete projetos, escolhendo o que considerado mais importante em cada uma das sete áreas em que as propostas podem ser apresentadas. Na segunda fase, de 22 de outubro a 4 de novembro, cada cidadão escolhe um projeto entre os trinta e cinco apurados na primeira fase. Os projetos mais votados serão apresentados publicamente em novembro.

O montante destinado aos projetos do OP Braga é de 650 mil euros, sendo que cada projeto deve ter um custo global igual ou inferior a 85 mil euros.

As propostas podem ser apresentadas no portal do Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Braga em http://participe.cm-braga.pt/opg/ ou nas Assembleias Participativas.

Acerca Braga TV