AIA: Um exemplo de dedicação a crianças, jovens e adultos com Autismo
Sábado , Dezembro 14 2019 Periodicidade Diária nº 2299
Principal / Notícias / AIA: Um exemplo de dedicação a crianças, jovens e adultos com Autismo

AIA: Um exemplo de dedicação a crianças, jovens e adultos com Autismo

A AIA – Associação de Apoio e Inclusão ao Autista é uma associação que tem como missão principal o apoio a pessoas, de todas as faixas etárias, com perturbações do desenvolvimento e Autismo. Criada em 2010, a AIA dedica-se a crianças, jovens e adultos na prevenção e intervenção precoce do Autismo através de terapias, motricidade e a relação com as pessoas na sociedade.

A sede da associação, localizada em S. Vicente, tem o Centro de Terapias em Regime Ambulatório (CETRA) que acompanha atualmente 54 crianças desde os 2 anos de idade e jovens, enquanto que o Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), que se encontra em Palmeira, atende os adultos.

“A AIA é uma instituição criada em 2010 que tem como foco a prevenção e intervenção precoce do Autismo. No Centro de Terapias em Regime Ambulatório de S. Vicente atendemos, neste momento, 54 crianças e alguns jovens. No Centro de Atividade Ocupacionais de Palmeira trabalhamos com adultos, não só com Autismo, mas com todo o tipo de deficiência”, disse Eduardo Ribeiro, presidente da Direção da AIA, que explicou que o CAO desempenha um trabalho diferente, uma vez que os utentes adultos passam o dia inteiro no CAO para trabalhar a motricidade, bem como desenvolver a sua relação com as pessoas inseridas na sociedade.

Paula Carvalho, Psicóloga e Coordenadora Técnica da AIA, mencionou as várias terapias que são trabalhadas na associação para ajudar as crianças que frequentam o Centro de Terapias em Regime Ambulatório. “Temos várias valências, uma delas a Psicologia, mas trabalhamos outras como a terapia da fala, terapia ocupacional e também a colaboração de uma Pedopsiquiatra que vem cá uma vez por mês para ajudar as crianças”, referiu a Psicóloga.

De acordo com Francisco Oliveira, Tesoureiro da AIA e pai de filho autista, o trabalho dos terapeutas na associação é feito com amor e dedicação. “Aqui na AIA, os terapeutas trabalham como se fossem os seus próprios filhos. Trabalham com muito amor e dedicação com as crianças, tentando sempre ajudá-los ao máximo”, salientou.

Bruno Leite, pai de um menino autista que frequenta o CETRA, falou dos benefícios e da evolução que o filho teve através das várias terapias que a AIA oferece. “É um benefício ter o meu filho aqui, pois notamos, essencialmente na parte das competências sociais, uma evolução que para nós era aquilo que sentíamos mais dificuldades, até porque começámos a intervenção muito cedo. O meu filho não tinha ainda dois anos quando demos início às terapias e sentimos os efeitos positivos e muito grandes das terapêuticas que têm sido cá implementadas”, finalizou.

A AIA é uma associação sem fins lucrativos onde uma parte da sua sustentabilidade provém de donativos e de iniciativas como a Caminhada Solidária, integrada no Dia Mundial da Consciencialização do Autismo.

Para ajudar a dar continuidade ao trabalho exercido na AIA, pode juntar-se a esta causa, tornando-se sócio ou enviar um donativo. Mais informações em: http://www.aia.org.pt/.

AIA: Um exemplo de dedicação a crianças, jovens e adultos com Autismo

Associação para o Apoio e Inclusão ao Autista de Braga: 9 anos de amor, carinho, dedicação e empenho.

Posted by Braga TV on Friday, November 22, 2019

Acerca Braga TV