Acessibilidades rodoviárias são projetos prioritários para a União de Freguesias de Nogueiró e Tenões
Quarta-feira , Fevereiro 19 2020 Periodicidade Diária nº 2366
Principal / Freguesias / Acessibilidades rodoviárias são projetos prioritários para a União de Freguesias de Nogueiró e Tenões

Acessibilidades rodoviárias são projetos prioritários para a União de Freguesias de Nogueiró e Tenões

Nos últimos dois anos, o Município de Braga investiu cerca de meio de milhão de euros em obras realizadas em Nogueiró e Tenões.

Na visita realizada esta sexta-feira, 24 de janeiro, àquela União de Freguesias, Ricardo Rio salientou que as acessibilidades rodoviárias são também cruciais para este território, adiantando que as obras da Variante da Encosta deverão avançar a partir do mês de março. “Esta é uma zona de acesso à universidade e a muitas empresas, pelo que esperamos que, a partir de março, se possa iniciar esta intervenção nesta zona da cidade. Outro dos projetos prioritários passa pela intervenção na Rua Luís António Correia, em Nogueiró, que irá ordenar o trânsito e o estacionamento e, ainda, melhorar a circulação dos autocarros”, referiu o autarca.

Sobre o acesso ao Bom Jesus do Monte, Ricardo Rio referiu que o Município está disponível para assumir a responsabilidade de ficar com esta via. “Estamos disponíveis para dialogar com a Infraestruturas de Portugal sobre esta matéria até porque a degradação das condições no acesso ao Bom Jesus, nomeadamente no que se refere à limpeza da via que, para além de inestéticas, representam um perigo para a segurança rodoviária”, acrescentou Ricardo Rio.

A mesma situação se aplica à Escola D. Luís de Castro, um património relevante da história do concelho que continua ao abandono. “A CIM Cávado tem um pedido junto da Direção Geral do Tesouro e Finanças para receber este ativo para a sua gestão, mas há quase quatro anos que continua sem resposta”, referiu.

Quanto às obras realizadas nos últimos dois anos, o autarca destacou o arranjo da zona envolvente à Igreja de Nogueiró, que representou um investimento superior a 220 mil euros, assim como as intervenções realizadas nos equipamentos escolares da União de Freguesias.

Em fase final estão as obras no Largo Mãe d’Água, junto a uma das entradas do Bom Jesus. “Esta obra vem permitir um usufruto bastante maior do espaço por parte da população e é mais um contributo para melhorar a experiência de todos os que visitam o Santuário do Bom Jesus”, explicou.

Acerca Braga TV